Destaque

Mesmo para uma organização como Médicos Sem Fronteiras (MSF), que tem no combate a epidemias uma de suas tarefas centrais, a COVID-19 representa um desafio duplo sem precedentes: responder à pandemia enquanto mantém seus projetos regulares em mais de 70 países.

MSF tem respondido a uma demanda incessante por recursos materiais e humanos e busca estar nos lugares onde as carências são mais urgentes. O Brasil e a Índia foram atingidos fortemente pela pandemia, enquanto a Etiópia enfrenta uma grave crise humanitária.

Compartilhe
Toda ajuda é muito importante para nós