Nº Relatório Anual 2021.

SUDÃO DO SUL

MSF atuou no país pela primeira vez em 1983

667.400 consultas ambulatoriais

Dez anos após sua independência, a segurança continuou volátil em muitas regiões do país. Em Tambura, após combates que deslocaram milhares e mataram centenas, enviamos doações e apoiamos estruturas de saúde. Clínicas móveis atuaram com deslocados em Source Yubu e, em Riang, em atenção a comunidades remotas. No leste da área administrativa de Grande Pibor, construímos um centro de saúde e, em Boma, reabilitamos a ala pediátrica do hospital. Cerca de 835 mil pessoas sofreram com graves inundações pelo terceiro ano seguido. Em Jonglei, milhares foram deslocadas e abandonadas em “ilhas” precárias. Com clínicas móveis, assistimos os campos de deslocados e apoiamos instalações de saúde. Em Bentiu e Malakal, os níveis de desnutrição aguda grave foram alarmantes. Respondemos a ondas de deslocamentos em Yei e repassamos a clínica no campo de refugiados de Doro. Implementamos um programa de quimioprevenção sazonal da malária em Aweil e administramos um hospital de 180 leitos em Agok.

Compartilhe
Toda ajuda é muito importante para nós